Projeto Redescola

informar.png

projeto_redescola

softwares educacionais

Águas Medicinais

ÁGUAS MEDICINAIS

As águas são um retrato dos solos por onde passam e algumas vezes brotam de regiões extremamente profundas e de regiões de origens vulcânicas. Arrastam com elas uma infinidade de substâncias. Quando dissolvidas em quantidades específicas, estas substâncias proporcionam às águas características terapêuticas bem particulares.

Para cada tipo de tratamento é necessária uma fonte hidromineral, pois estas fontes possuem características diferentes. No Brasil, existem diversas fontes hidrominerais com características terapêuticas pelos estados de Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Bahia e Santa Catarina.

Não se sabe ao certo quando se deu o ínicio o uso das águas com poder de cura. Os primeiros relatos registrados são de 2600 anos atrás na Grécia antiga. Há na mitologia grega, uma lenda que diz que Pégaso, o cavalo alado, teria dado um coice em uma rocha provocando a abertura de uma fenda, de onde teria brotado a primeira água mineral com poder de cura. Apesar do estudo dos gregos, foram os romanos que desenvolveram terapias curativas utilizando os diversos tipos de águas disponíveis nos territórios por eles conquistados. As termas quentes ou frias eram utilizadas para combater o cansaço dos soldados, restaurar as energias, curar feridas e até tratar de alguns males crônicos.

No Brasil, existem relatos de que os índios utilizavam águas com poderes curativos para diversos tipos de tratamentos, inclusive dos males contraídos pelo contato com o homem branco. Porém, foi com a chegada da família imperial portuguesa que aconteceu uma avaliação científica de nossas estâncias hidrominerais e suas reais propriedades terapêuticas.

O uso das águas terapêuticas deve ser controlado, pois o consumo exagerado de algumas destas podem acarretar sérias complicações à saúde. Pensando nisto foi criado um Código de Águas Minerais, que as classifica conforme suas características e uso. Veja alguns exemplos:

Águas Carbonatadas: Indicadas na dispepsia, gastrites, úlceras gastroduodenais, hepatites, diabetes e moléstias da nutrição.

Águas Cabogasosas: Apropriadas no combate a moléstias dos rins, do fígado, cálculo renal e vesicular além de serem diuréticas.

Águas Bicarbonatadas Mistas: Podem tratar moléstias gastrointestinais,
hepatite, dispepsia e mólestias renais.

Águas Iodadas: Indicadas nas arteriosclerose, reumatismo, insuficiência tireoidiana, bócio e mólestias do fígado e do rins.

Águas Sulfurosas: Apropriadas para as moléstias alérgicas, eczemas, artrites e reumatismo

Águas Ferruginosas: Podem tratar anemias ferroprivas e estimular o metabolismo.

Águas Cloretadas: Indicadas nas moléstias gastrointestinais, gastrites, pancreatites, hepatites e moléstias renais.

Águas Bicarbonatadas Cloretadas: Apropriada para tratar moléstias gastrointestinais, gastrites, pancreatites, hepatites e moléstias renais.

Àguas Bicarbonatadas Cloro-sulfatadas: Podem tratar moléstias do aparelho digestivo, de nutrição, artritismo e eczemas por conterem bicarbonato, cloretos e sulfatos alcalinos.

Águas Sufurosas Bicarbonatadas: Indicadas para moléstias de pele, nas afecções reumáticas de fundo alérgico e atua como estimulante das funções gastrointestinais.

Águas Sulfurosas-bicarbonatadas e Sulfatadas: Indicadas no combate ao artritismo, gastrite e moléstias de pele, por serem bastante alcalinas.

Águas Sulfurosas-bicarbonatadas e Cloro-sulfatadas: Podem tratar pacientes com reumatismo crônico, dispepsias, afecções hepáticas e atuar como estimulante do metabolismo.

Águas Ferruginosas-bicarbonatadas: Indicadas no tratamento de anemias ferroprivas.

Fonte São Luiz: Recanto pitoresco com duas fontes de águas minerais, gruta, cascata e várias atrações naturais. Lanchonete, sanitários, e áreas para piquenique.

Fonte São Luiz: água radioativa, oligomineral, estimula a produção de hormônios nas glândulas de secreção interna (hipófise, tiróide, supra-renais, seminais, gônadas e ovários). Por sua suave radioatividade, estimula o funcionamento do pâncreas na diabete.

 

aguas1

Parque Fonte Santo Agostinho e Fonte Santa Luzia: Água radioativa e oligomineral, com ação diurética, utilizada nas afecções da pele, eczema, seborréia e outras moléstias não infecciosas. Bebida em jejum é levemente laxante.O parque possui bosque com vegetação nativa, lago com peixes, coreto e playground. As fontes se localizam na Serra Negra. Um ótimo passeio, que tal?

aguas2


VOCÊ SABIA?

voce-sabia

Biblioteca Virtual

biblioteca-virtual

Projeto Redescola SMS

redescola-sms

Calendário

calendario

Dedicated Cloud Hosting for your business with Joomla ready to go. Launch your online home with CloudAccess.net.