Projeto Redescola

informar.png

projeto_redescola

softwares educacionais

Para Proteger a Baía Da Guanabara, Portugueses Fundaram o Rio de Janeiro

O 1º. de março de 1565 foi o dia em que Estácio de Sá lançou os fundamentos da cidade que fora incumbido de criar na baía da Guanabara. Sua missão estava diretamente relacionada à luta entre portugueses e franceses pelo domínio da região onde se ergueria aquela que vários séculos mais tarde se tornaria conhecida como Cidade Maravilhosa.

Em meados do século 16, os portugueses ainda não tinham conseguido se espalhar por todo o litoral brasileiro. Seus domínios restringiam-se principalmente ao Nordeste, onde ficava a sede do Governo-geral, na cidade de Salvador, e à vila de São Vicente, no litoral paulista. Aproveitando-se dessa situação, um grupo de franceses, sob o comando de Nicolas Durand de Villegaignon, se estabeleceram em duas ilhas da baía da Guanabara (atuais Villegaignon e ilha do Governador) e na região da atual praia do Flamengo, com a intenção de criar uma colônia a que chamaram de França Antártica.

Os portugueses conseguiram expulsá-los, mas perceberam que se não se estabelecessem no local, os franceses voltariam. Por isso, o governador-geral do Brasil, Mem de Sá, colocou seu sobrinho Estácio em ação. A cidade recebeu o nome de São Sebastião do Rio de Janeiro, em homenagem ao rei de Portugal na época: dom Sebastião. A expedição de Estácio de Sá desembarcou na estreita faixa de terra situada entre o Pão de Açúcar e o Morro da Cara de Cão, hoje tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional. Lá se construíram trincheiras para a defesa, as primeiras casas e as paredes da primeira igreja, consagrada ao santo padroeiro da cidade.

Dois anos depois, Mem de Sá iria transferir a sede da cidade para o Morro do Castelo, mas ali permaneceram muitos dos primeiros moradores, cuidando de suas roças espalhadas pela região que é hoje o bairro de Botafogo. E não se pode deixar de mencionar que, durante os dois anos em que Estácio de Sá permaneceu ali, os combates contra os franceses e os índios seus aliados prosseguiram. Lutando contra eles, na região do atual Outeiro da Glória, Estácio de Sá foi atingido por uma flecha que lhe varou o rosto, morrendo em conseqüência do ferimento. A derrota infringida aos franceses, porém, foi definitiva.

O Rio de Janeiro era agora dos portugueses, que logo transformariam a cidade em sede de governo da Colônia. O Rio, aliás, manteve-se nessa condição também durante o Império e boa parte da República. Só na década de 1960, sob o governo do presidente Juscelino Kubitscheck, a capital do Brasil foi transferida para Brasília. Nem por isso a Cidade Maravilhosa deixou de ser um símbolo brasileiro, principalmente no plano internacional.

VOCÊ SABIA?

voce-sabia

Biblioteca Virtual

biblioteca-virtual

Projeto Redescola SMS

redescola-sms

Calendário

calendario

Dedicated Cloud Hosting for your business with Joomla ready to go. Launch your online home with CloudAccess.net.